Machry: muito charme na zona sul de Porto Alegre

PORTO ALEGRE

Num domingo à tarde saímos sem rumo pela cidade para ver quais lugarzinhos surgiriam pelo caminho. A fim de descobrir novos horizontes fomos até a Zona Sul, para admirar o guaibão e curtir o dia. Foi aí que eu lembrei que há muito queria conhecer o Machry, um armazém que funciona junto de um bistrô, como um empório mesmo: um pouquinho de tudo.

machry

Já na chegada o local encanta. Um sem-fim de biscoitinhos enfeitados para o natal, cestas lindamente ornadas, muitos doces e salgados de aparência deliciosa. Mas isso não era tudo. O machry também tem espaço para venda de decoração focada em enfeites voltados à culinária. Tudo com muito charme.

É possível escolher os doces e salgados direto no balcão para comer ali no local, ou para levar para casa. Claro que eu não resisti e já coloquei umas bruschettas na sacola, pensando na minha janta. Cada uma por R$ 9,90. O preço é meio salgadinho, mas os produtos são de muita qualidade.

machry_salgados     machry_salgados

Depois sentamos em uma das mesinhas para finalmente provar o que eu tanto queria: a torta de banana! Ao fazer o pedido, já fomos informados pelo garçom: trata-se do carro chefe da casa. T-E-M-Q-U-E-P-R-O-V-A-R! Descobri também que, além dos quitutes deliciosos, eles ainda têm opções de sucos super diferentes e bem naturais. Pedimos um de laranja, cenoura e gengibre que vem numa jarrinha muito fofa, servindo até duas pessoas, para mim e para minha mãe. O pai pediu um suco de laranja, morango e gengibre.

Enquanto esperávamos namoramos vários pratos das mesas ao lado. Finalmente pude entender o significado da expressão “olho gordo”. Invejinha do prato alheio rolou solta, mas tudo bem. Foi só até os nossos pedidos chegarem. Agora era a vez de outros sentirem inveja de nós!

A torta de banana vem com uma base crocante de biscoito, doce de leite, chantilly e um toque de canela. Se alguém me desse uma “tortada” na cara com ESSA torta, eu juro que não iria me importar! O crocante da base, com a leveza do chantilly emolduram o doce de leite e a banana, fazendo com que nada seja exageradamente doce: combinação perfeita! De fato, a tortinha fez jus à fama.

machry_torta_de_banana

Meu pai resolveu provar algo diferente e pediu a sugestão do garçom: uma naked cake de chocolate meio amargo, recheada com branquinho, morango, mirtilo e physalis. O dele veio bonitão, com sorvete e calda de chocolate. Dei uma prova e olha – muito bom! Não sei se eu trocaria a minha torta de banana, mas realmente os doces do Machry são acima da média.

machry_naked_cake

O garçom nos informou que dá para adicionar sorvete de creme e calda de caramelo na torta de banana, mas preferimos seguir o tradicional. Nossas nuvenzinhas doces saíram por 12 pilas e 50 centavos cada, enquanto a torta do meu pai, com o sorvete e a calda saiu por R$ 18,90. O preço não é lá muito doce, mas mesmo em época de crise, tem vezes que o estomago da gente merece um mimo especial.

Fomos embora mais docinhos do que quando chegamos. Uma experiência que valeu muito a pena e que irei repetir, em muitos outros domingos.

By   -   nov 21, 2016   -   0 Comment
YOU MIGHT ALSO LIKE