Kamão: onde brincar faz parte do cardárpio

PORTO ALEGRE

Reunimos os amigos, um grupo de felizes companheiros de gordices semanais, e nos dirigimos até o Kamão. O bar, que fica na Rua João Alfredo, 457, na cidade baixa, tem um nome sugestivo. Lá não tem esse papo de talher, nem nada de frescura, é um lugar onde tu podes esquecer a etiqueta e sujar as mãos.

Bueno, mas tenho que confessar: o que levou as meninas do grupo a quererem conhecer o bar foi o drink “big jacuzzi”. Nele vai vodka, amaretto, limão, suco de cranberry e esse simpático patinho. Muita fofura!

kamao-jacuzzi

Enquanto a gente se divertia tirando mil fotos com o patinho, o pessoal foi descobrindo outros drinks não tão performáticos, mas com uma ótima apresentação também. A chuka pediu esse belo moscow mule da foto, e o Ricky foi de clássico: negroni.

kamao-drinks

Eu pedi uma cervejinha para acompanhar os chips de batata rústica, aipim e inhame. Diferente e muito saboroso. Hora de decidir os pratos.

kamao-chips

O Kamão criou um burguer que é uma verdadeira experiência sensorial, como eles chamam. O “Ray’s Burger” é inspirado no Ray Charles e por isso o garçom não conta do que o hambúrguer é feito, e tu comes vendado. Foi muito divertido ver o pessoal tentando descobrir os ingredientes sem enxergar nadinha. A chuka foi melhor na hora de decifrar os sabores, o Ricky e o Pedro foram um total fracasso. Rendeu boas risadas.

kamao-rays

Eu pedi o burger de vazio e carne de porco que vem com queijo colonial, alface, agrião, cebola picles de manga e maionese de páprica.

kamao-burger

Quis pedir um diferente, para provar e, claro, sacanear os amigos vendados e acabei me dando mal. O Ray’s Burger é bem melhor e MUITO mais divertido. Não vou postar a foto do Ray’s Burger para não acabar com o segredo e com a experiência, mas fica aqui o spoiler:

kamao-raysburger

Depois de toda essa comilança, a gente ainda achou espaço para esse churros delicioso. O Marcelo gostou tanto que pediu um todinho só para ele.

kamao-churros-1

Depois de tudo isso, ainda queríamos mais. E para a experiência ficar completa, resolvemos pedir mais um drink diferentão. “O Alquimista” fechou com chave de ouro a nossa noite. O drink é feito de gin, licor de cassis, cranberry, limão e abacaxi “magicamente” misturado com red bull. Apesar de não ser nada barato (R$ 40), o drink rendeu MUITOS boomerangs. Dividimos a conta e nos divertimos vendo os componentes do drink se misturando nessa jeringonça.

kamao-alquimista

Faltava um lugar assim em Porto Alegre: onde brincar faz parte do cardápio.

By   -   nov 25, 2016   -   0 Comment
YOU MIGHT ALSO LIKE